Samae é premiado pelo Instituto Gigantes da Ecologia

em 03 de Outubro de 2017.


No mês de setembro, o Samae Timbó recebeu uma premiação do Instituto Gigantes da Ecologia – IG, que é uma associação civil, sem fins lucrativos, que atua no intuito de mobilizar e apoiar ações comprometidas com uma sociedade mais justa e sustentável. O "Prêmio Gigantes da Ecologia 2017" foi entregue ao técnico em saneamento Rodrigo Catafesta Francisco, que teve parte de sua dissertação de mestrado utilizada no artigo escrito pelo Professor Joel D. da Silva, publicado no livro “12 Feridas Ambientais do Planeta”.

O objetivo da premiação foi o destaque da atuação do Samae sobre o saneamento básico. Investimentos em capacitação, novas tecnologias e setorização, operação, manutenção e expansão do sistema, fazem com que a cidade tenha mais qualidade de vida e automaticamente mais saúde aos nossos timboenses, além de visar à redução de perdas no sistema de abastecimento de água.
“Sou muito grato ao SAMAE Timbó pelas oportunidades de participar de cursos e capacitações, e fico extremamente satisfeito de ver que os resultados dos trabalhos de nossa equipe são reconhecidos por instituições ambientais de outros municípios”, diz Rodrigo.

No Brasil, a perda de distribuição de água no ano de 2015, de acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS, é de 36,7% de toda água que foi tratada nas Estações de Tratamento de Água – ETA e não foi consumida pela população. Em Timbó, nossa realidade é de 35,3%, ou seja, abaixo da média nacional. O objetivo do Samae é através de diversas ações, otimizar ainda mais este cenário.
O Samae também realizou um plano de investimento para os próximos anos, visando a ampliação da rede de monitoramento e telemetria, através da instalação de macromedidores de vazão nas adutoras que encaminham a água tratada até os setores de distribuição.

Por mais que a população adote medidas para economizar água, é essencial que os municípios e os prestadores de serviços unam-se para priorizar as ações e controlar o desperdício em larga escala, em busca de um futuro mais sustentável.
“É de fundamental importância reconhecer o empenho de toda a equipe do SAMAE Timbó nestes estudos, visto que estes resultados fundamentam os investimentos realizados nos sistemas de saneamento básico do município para melhorar cada vez mais a qualidade de vida da população”, afirma Catafesta Francisco.